Potter Heaven

[COLUNA] Crepúsculo X Harry Potter X O Senhor dos Anéis II

Caldo de Erumpente, Colunas, Potter Heaven

Prosseguindo com o tema da coluna anterior, falaremos hoje de uma outra rivalidade muito comum em nosso fandom: a conhecida comparação entre Harry Potter e Crepúsculo. Os textos, as personagens, os filmes, tudo entra nessa rixa. Muitos fãs vão além e confrontam aspectos pessoais da vida das autoras de ambas as sagas para decidir quem é a mais esperta ou não. E eu, que sou fã de uma boa polêmica, resolvi meter o bedelho nessa briga. É lógico que não vou sair comparando quem escreveu mais livros, quem é a mais rica das duas autoras, a mais bonita ou coisas do tipo. A web já está cheia desses “duelos” bobos e não queremos mais do mesmo. Vamos apenas discutir uma coisa que tem se dito muito ultimamente: que Crepúsculo é melhor que Harry Potter e que os livros da Joanne já são coisa do passado.

Stephen King, considerado por muitos o mestre do horror moderno, saiu da neutralidade. Para ele, Stephenie Meyer “não é muito boa”. As declarações do autor deixaram uma boa parcela de fãs da série Crepúsculo descontentes. Ele disparou que os romances de Meyer surtem efeito com as garotas por conta do clima de romance que estas encontram nos livros. Entrando na briga que é tema de nossa coluna, ele comparou as duas autoras e chegou à conclusão de que “a real diferença é que Jo Rowling é uma fantástica escritora e Stephenie Meyer não consegue escrever nada que preste”. Afirmou também que os livros da saga Harry Potter são “um feito do qual somente uma imaginação superior é capaz”. Outra autora que detonou a série Crepúsculo foi ninguém menos que Anne Rice, autora de inúmeros best-sellers, dentre eles “Entrevista com o Vampiro”.

Se a crítica não tem sido bondosa com Meyer, vale lembrar que Harry Potter também já enfrentou bastante desconfiança nos meios literários, embora atualmente já goze de mais respeito. Alguns críticos já escreveram textos ácidos sobre a maneira como Rowling escreve. A. S. Byatt, do New York Times, chegou a dizer que Harry Potter foi escrito para “pessoas cuja imaginação está confinada aos desenhos animados da TV […] mundos-espelho das novelas, reality shows e fofoca de celebridades”.

Um aspecto muito confrontado nas duas sagas é o tempo que as autoras dedicaram à pesquisa. Todo mundo sabe que a gente não escreve um bom livro de uma hora para outra e que é necessário um árduo trabalho de pesquisa sobre o universo em que nossa história estará inserida. Pois há bem mais do que uma penca de gente jurando que a Meyer não consultou muitas bibliotecas quando criou Crepúsculo. O fato é que a própria autora afirmou não ter estudado muito sobre vampiros. Na verdade, ela confessou não ter lido praticamente nada sobre essas criaturas tão fascinantes. Em conseqüência disso, os vampiros de Meyer acabaram sofrendo pela pouca referência mitológica (eles são vegetarianos e brilham como diamantes quando expostos ao sol). Já a Joanne é bem ao estilo de sua personagem, a Hermione. Criaturas, feitiços e muitos dos nomezinhos utilizados para batizar personagem ou lugar na saga Harry Potter foram inspirados nas mitologias grega, egípcia e por aí vai. Os próprios fatos históricos que acontecem no mundo mágico mantém relação com os que se passaram no mundo real (a queima das bruxas na Idade Média, por exemplo), o que empresta aos textos uma boa dose de verossimilhança.

Acontece que o número de fãs de Harry Potter foi crescendo na medida em que as adaptações chegavam ao cinema e os livros estouravam nas livrarias. É uma grande massa de fãs acostumada a enfrentar filas para chegar o mais rápido possível ao novo livro da saga, a trajar as vestes bruxas na estréia dos filmes… E aos poucos essa agitação toda vai serenando. Eu entendo que uma parte dos fãs de Harry Potter fique chateada de tanto deparar com a cara do Robert Pattinson estampada nas bancas de revista, ou que fique enciumada ao reparar que na prateleira de destaque da livraria está “Lua Nova” ao invés de “Harry Potter e a Câmara Secreta”. Mas isso acontece o tempo todo, é a lei do mercado. Não significa que os livros da Meyer sejam melhores que os da Joanne. Mas se confortem com uma coisinha: a qualidade resiste ao tempo. E só o tempo vai dizer quem entra para o estreito hall dos clássicos e quem amargará o esquecimento dos best-sellers da semana passada.

Luciana Barbosa
é colunista da PH e Designer Gráfica. Tem um quê de Severo e um bocado de Luna.

Comentários

17 comentários

morrighan
20 de janeiro de 2010 às 15:54

pô, achei digno! daqui uns anos Crepúsculo vai perder o brilho, mas Harry Potter vai ser eterno. Assim como O Senhor dos Anéis é e sempre será! <3

Karina
20 de janeiro de 2010 às 17:03

Amei esse texto! É verdade só os bons vão ser lembrados!

lolla
21 de janeiro de 2010 às 0:13

eu amo crepúsculo e HP e acho os dois fascinantes e eu acho q é besteira ah eu gosto de HP POR ISSO NAUM posso gostar de CREPÚSCULO po vei os dois são tão facinantes e eu naum fico chateada quando eu vejo Rob nem Tay nas capas da revistas naum eles são tão Boomm…Essa Anne Rice naum pode reclamar de nada pq ela e todo mundo dos vampiros ganhou com crepúsculo eu mesmo so li o livro dela por causa de crepúsculo e eu achei fraco!!

Mari
21 de janeiro de 2010 às 11:31

Exatamente isso que eu discuto com minhas amigas! Algumas pessoas não conseguem ver o sucesso que Harry Potter já conquistou e o fato de que vai ficar pra sempre porque marcou a história. E Twilight nesse mundo é apenas uma saga que está fazendo sucesso por agora. Ninguém sabe se vamos lembrar daqui a 10 anos como lembraram de Senhor dos Anéis, Star Wars e como vão lembrar de Harry Potter! <3
Enfim, concordo muito com tudo no texto, muito bom (:

Bella
21 de janeiro de 2010 às 15:34

“É uma grande massa de fãs acostumada a enfrentar filas para chegar o mais rápido possível ao novo livro da saga”… doeu :/

Essa Byatt, tem menos de dois miolos né?

Luciana (equipe Potter Heaven)
21 de janeiro de 2010 às 19:00

@Bella: Tem mesmo! Eu até gosto de desenho animado… Mas reality show já é demais. Haha.

Luciana (equipe Potter Heaven)
21 de janeiro de 2010 às 19:01

E que bom que vcs gostaram do texto! Hehe.

luiza
26 de janeiro de 2010 às 9:57

eu acho harry potter unico, e vejo que os fãs de crepusculo amam a saga mais hp sempre será unico e pra sempre!

Amanda Oliveira
29 de janeiro de 2010 às 18:55

Nossa, eu realmente gostei muito do seu texto ! Principalmente do seu argumento em relação ao Stephen King, onde ele diz que os livros de Joanne são “um feito do qual somente uma imaginação superior é capaz”.
Concordo plenamente com essa afirmação, já que a histórias de Harry Potter são extremamente boas e inéditas. Acredito que somente uma ótima escritora conseguiria escrever uma história tão complexa, portanto não acho que Stephenie Meyer se enquadre nessa posição. Crepúsculo é uma boa história, mas é visível que Stephenie não usou toda a sua imaginação quando escreveu o livro, já que a base da história não vai além do fato de uma menina se apaixonar por um vampiro. E como você mencionou para escrever um livro de boa qualidade é necessário pesquisar sobre o assunto que irá ser abordado no mesmo, e está na cara que Stephenie não se deu tanto ao trabalho. Praticamente tudo o que foi dito sobre os vampiros na saga de Crepúsculo, já havia sido mencionado em várias outras histórias e não encontramos quase nenhuma informação diferente das que se encontram nas velhas historinhas sobre vampiros que escutamos quando crianças. Gostei muito de uma frase que você escreveu no final: a qualidade resiste ao tempo. Como sabemos a primeira edição de Harry Potter foi publicada em 1997, e até hoje temos cada vez mais fãs fascinados com as intrigantes histórias de Joanne. A partir desse conceito veremos se Crepúsculo será realmente um clássico da literatura, ou se essa febre entre as enlouquecidas adolescentes é só uma modinha que com o tempo irá acabar.

giulia'
17 de fevereiro de 2010 às 12:11

eu acho que Harry POtter é legal, mas Crepúsculo é melhor. HP é mais pra quem vive n mundo da fantasia, Crepúsculo já é pra que gosta de romance, prefiro Crepúsculo. As duas sagas vão acabar, mas nada a vê, ficar comparando qual é literatura e qual não. Venhamos e cooperamos né, Stephenie Meyer foi eleita a melhor escritora da decada. Os dois filmes são legais, e cada um tem q respeitar o gosto do outro. Não tem nada a ver ‘modinha’ porque mesmo não querendo, quando começou Harry Potter tambem era, e as duas histórias são completamente diferentes, nem eles tem esse tipo de rixa, e vcs aqui discutindo pra ver quem é o melhor. AFF –‘
CREPUSCULO <3'

giulia'
17 de fevereiro de 2010 às 12:22

@Amanda Oliveira: se vs acha q é modinha o problema é seu. Vs n leu os livros ? por acauso viu os filmes? n tem como julgar alguma coisa se n viu ou se n leu. Por favor, né ninguem mais lembra de Senhor dos Aneis, eu amo esse filme amo mesmo, mas eu não acho que lembrado. As história da Meyer, foi tirado de um sonho q ela teve, q por acauso vez MUUUUUUUUUUUUUUUITO sucesso, e vai fazer mais. HP não é inédito, porq NADA é inédito. Primeiro de tudo, não acho q falar mal das coisas q os outros gostam, vai ajudar mto. tudo bem eu estou num site do HP, mais vão num do twilight e vê se eles comparam HP e twilight, NÃAAAAAAAAAO !

Amanda Oliveira
19 de fevereiro de 2010 às 20:15

@giulia’: Giulia, em momento nenhum eu disse que eu achava que era modinha, jamais disse que era uma opnião minha, disse que nós iremos ver, com o tempo se Crepusculo irá marca a história da literatura como fez Harry Potter. Se você acha besteira discutir sobre os livros que irão se tornar clássicos ou não, tudo bem, mas eu acho que você não deve criticar as pessoas que gostam de expressar sua opnião sobre tal assunto. Eu, por um acaso, tenho os livros da saga crepúsculo na minha casa, gosto e acho uma boa história e até mencionei isso no meu comentário, por isso posso tirar minhas conclusões em relação a história da saga. E em nenhum momento eu me desfiz da autora Stephenie, apenas disse que não acho que ela supere a Joanne em relação a alguns aspectos como criatividade e ineditismo. Acho legal você ter postado sua opnião, mas como você mesmo disse, isso aqui não é uma “rixa”, nós apenas estamos comentando nossa opnião sobre o tema abordado na coluna, como poderiamos ter feito com qualquer outro assunto certo? Eu acho as duas escritoras incríveis, mas eu prefiro a Joanne e consequentemente Harry Potter, mas respeito todos os que preferem crepúsculo tá? Me perdoe se não deixei isso claro no meu primeiro comentário. Beijos Amanda.

luciana (equipe Potter Heaven)
4 de março de 2010 às 8:39

@giulia’: Pra começar, o tema da coluna é debater o mito de que Crepúsculo superou Harry Potter. Não tem ninguém dizendo que um é literatura e outro não. Ambos são literatura, é lógico. A questão é refletir sobre quem tem competência pra se tornar um clássico. E tirem suas conclusões. Temos aqui um final aberto.

Ah, “O Senhor dos Anéis” não está esquecido. A trilogia de Tolkien está nesse espaço a que nos referimos: o estreito hall dos clássicos. E não poderia ser diferente. Tolkien produziu um trabalho fantástico, repleto de dedicação e pesquisa, o que fica evidente pra quem dá uma olhada em seus textos.

Abraço.

Rafael Alexandre
18 de março de 2010 às 23:48

Sou um aficcionado por Stephen King, e me escapou esses comentários que ele fez sobre Meyer e sua obra. Ele é o autor que mais teve livros transformados em filmes, realmente sua opinião conta muito – ainda mais se tratando do ramo literário em que ele é considerado MESTRE, que é o horror. Vampiros, lobisomes e coisas grotescas é a especialidade de King.
E assim… um grande escritor, reconhece outro, quando ele fala de Rowling… ^^
Meyer no mínimo queria escrever um romance, mas na dúvida se um romance “normal” teria retorno significativo, acabou por ambienta-lo desta forma – aparentemente o fez mal feito, sem o cuidado minucioso de J.K. (que eu mesmo descrevo nas colunas que escrevi aqui pro Potter Heaven).
Deu certo até determinado momento (afinal, viraram filmes e tudo) mas certamente nao entrará para o “Estreito Hall dos Classicos”(gostei da alcunha): lugar onde O Senhor dos Anéis e Harry Potter já tem seu espaço garantido.

gabriel potter
13 de abril de 2010 às 19:41

harry potter é o melhor filme e a melhor historia por isso que já chegou ao sexto filme

[email protected]!
21 de abril de 2010 às 19:40

crepusculo será o melhor livro e melhor filme de todos os tempos ñ tem comparação com harry potter daqui a pouco vai ficando enjuativo stephenie meyer sabe fazer sim mil vezes sim livros é que ela não fica nessa babozeira de magica bla bla e mais bla bla todos tem quer ver crepusculo de outro jeito ele é romance não magia é um romance lindo um romance entre um lindo vampiro e uma humana a saga crepusculo vai ser eterno ate la no passado todos vão lembrar e dizer crepusculo foi o melhor filme que ja vi o melhor de todos os tempossssssssssss…………seus bobosss (=amoooooooo crepusculo(=

Mariana Bergo
23 de abril de 2010 às 0:34

@[email protected]!: Nossa, chorei. E, really, já disse pra você não usar drogas antes >D
Lugar errado para surtar, sério. Volte para os sites de Twilight onde os outros lunáticos usam as mesmas drogas que você.