Potter Heaven

Bruxo da semana: Rony Weasley – dia 3

Bruxo da semana

Após passar as férias no Egito com a família, o ano letivo em Hogwarts começa sob um grande suspense envolvendo o até então perigoso Sirius Black.

Entre aulas de adivinhação, mapa do maroto, hipogrifos e visitas a Hogsmeade, Rony descobre que seu rato de estimação, Perebas, que esteve na sua família por 12 anos, era na verdade Pedro Pettigrew, o maroto traidor que entregou o verdadeiro paradeiro de Lílian e Tiago Potter.

Para recompensar a perda de seu rato, Sirius Black dá a Rony uma coruja, que recebe o nome de Píchi por Gina.

– ALÔ! ALÔ! ESTÁ ME OUVINDO? QUERIA – FALAR COM – O – HARRY –POTTER!
Rony gritou com tanta força que tio Válter deu um salto e afastou o fone a mais de um palmo da orelha com uma expressão em que se misturavam a fúria e o susto.

– QUEM É QUE ESTÁ FALANDO? – berrou ele em direção ao bocal. – QUEM É VOCÉ?

– RONY, WEASLEY! – berrou Rony em resposta, como se ele e tio Válter estivessem falando de extremidades opostas de um campo de futebol. – SOU – UM AMIGO – DE – HARRY – DA ESCOLA…

Os olhinhos de tio Válter se viraram para Harry, que estava pregado no chão.

– NÃO TEM NENHUM HARRY POTTER AQUI! – vociferou ele, agora segurando o fone com o braço esticado, como se receasse que o aparelho pudesse explodir. – NÃO SEI DE QUE ESCOLA VOCÊ ESTÁ FALANDO! NUNCA MAIS TORNE A LIGAR PARA CÁ! FIQUE LONGE DA MINHA FAMÍLIA!”
(Nas férias, Rony tenta usar o telefone para falar com Harry)


– Harry teria que ser um bocado obtuso para sair procurando um biruta que quer matá-lo, não acha? – falou Rony com a voz trêmula.

(sobre Sirius Black)

– O senhor nos fez uma pergunta e Hermione sabe a resposta! Por que perguntou se não queria que ninguém respondesse?
(Pergunta feita para o Prof. Snape)

-Você vai seguir o conselho de Malfoy em vez do nosso? – perguntou Rony, enfurecido. – Escuta aqui… você sabe o que a mãe do Pettigrew recebeu depois que Black acabou com o filho dela? Papai me contou… a Ordem de Merlim, Primeira Classe, e o dedo de Petrigrew em uma caixa. Foi o maior pedaço dele que conseguiram encontrar. Black é um louco, Harry, e é perigoso…

– Sabe de uma coisa, Mione? – disse Rony, olhando para o livrão de Arirmancia que a garota estivera usando como travesseiro. – Acho que você está sofrendo um colapso mental. Está tentando fazer coisas demais.

– Não é um cão – gemeu Rony. Seus dentes rilhavam de dor. – Harry é uma armadilha…
– Que…
Ele é o cão… ele é um animago


Para Sirius: – Se você quiser matar Harry, terá que nos matar também! – disse impetuosamente, embora o esforço de ficar de pé tivesse acentuado sua palidez e ele oscilasse uni pouco ao falar.

– ELE NÃO É PEDRO, ELE É PEREBAS! – berrou Rony

Mas Rony olhava Petrigrew com absoluto nojo. – Eu deixei você dormir na minha cama! – exclamou ele.


(Carta de Sirius) Achei que o seu amigo Rony talvez quisesse ficar com a coruja, pois é minha culpa que ele não tenha mais um rato.
Os olhos de Rony se arregalaram. A corujinha continuava a piar agitada.

– Ficar com a coruja? – perguntou o garoto hesitante. Ele mirou a ave um momento; depois, para grande surpresa de Harry e Hermione, ofereceu-a para Bichento cheirar.
– Qual é a sua avaliação? – perguntou Rony ao gato. – Isto é decididamente uma coruja?
Bichento ronronou.
– Para mim é o suficiente – disse Rony feliz. – É minha.

Objetos, Poderes e Fraquezas

Varinha: sua primeira varinha pertenceu, inicialmente, ao seu irmão Carlinhos, mas se quebrou devido  ao acidente no 2º ano envolvendo o salgueiro lutador e Ford Anglia voador. Sua nova varinha era feita de salgueiro, 35,5 cm, contendo um fio de cauda de unicórnio. Rony usou esta varinha até ser levado por Greyback e os seqüestradores. Ele nunca a recuperou. Posteriormente, ele aproveitou a varinha de Rabicho (castanheira, fibra cardíaca de dragão, vinte e três centímetros e meio, quebradiça). Rony também roubou uma varinha de ameixeira-brava de um sequestrador, entregando-a ela a Harry.

Vassoura:
Rony usou até 1995 uma velha Shooting Star, que pertencia a todos os Weasley. Ao se tornar monitor, ganhou uma Cleansweep 11.

Objetos:
Bisbilhoscópio, Onióculos etc.

Quadribol: Rony é um bom goleiro de quadribol, mas por ficar muito nervoso acaba se atrapalhando.

Xadrez Bruxo: Ele é um jogador de xadrez bruxo particularmente talentoso. Possui um antigo tabuleiro de xadrez que pertenceu ao seu avô. As peças são bem acostumadas a ele e o obedecem sem questionar.

Fraquezas:

Complexo: Rony é bem auto-consciente de que é pobre. Sempre fica na sombra de seus irmãos mais velhos e de Harry. Seu reflexo no Espelho de Ojesed mostra que ele deseja ser famoso e admirado. Rony possui um complexo de inferioridade e seu orgulho é facilmente afetado. Duas vezes, isso o levou a abandonar Harry quando seu amigo teria mais precisado dele. Combinado com seu ciúme, o complexo dele também o faz machucar Hermione.

Superstição: Como foi criado e acostumado com magia, Rony é muito supersticioso. Acredita em Agouros como o Sinistro, e acreditou, mesmo que por pouco tempo, nas previsões da professora Trelawney. Rony também tem medo de pronunciar o nome de Voldemort e acaba optando por Você-sabe-quem.

Aracnofobia: Rony tem um medo mortal de aranhas desde que seu irmão Fred transformou seu ursinho em uma aranha.


Stephanie Nery
é editora de conteúdo e apaixonada pelo Sirius.

Comentários

Um comentário

# Carol
2 de julho de 2010 às 22:49

Ron <3