Potter Heaven

Entrevista com o elenco [Parte 2 de 2]

Evanna Lynch

La Opinión de Málaga publicou hoje entrevista com os atores James e Oliver Phelps (Gêmeos Weasley) e Evanna Lynch (Luna Lovegood), em sua chegada à Espanha para promover novamente o sexto filme de de Harry Potter. Abaixo, a entrevista com Evanna Lynch.

Como foi sua experiência de se juntar ao elenco?
Quando cheguei, em setembro, todos eram meus ídolos. Os filmes foram um sucesso. Senti que estava “na cena do crime”. Apenas ter a oportunidade de conhecer Daniel Radcliffe pra mim foi a coisa mais maravilhosa, e levei muito tempo para me ver como parte do elenco. Eu me sentia como uma fã. Não tinha palavras quando estava com eles, não conseguia ser natural. Senti que tinha que demonstrar o meu valor. Eu era uma fã, e de repente, tinha que agir como se estivesse ali desde o início. Mas me explicaram tão bem, foram tão agradáveis comigo, que eu me adaptei sem muita dificuldade.

O que você tem em comum com a Luna?
Ambas temos uma mente aberta. Gostamos de desenvolver nossa própria visão dos fatos, sem qualquer influência. O que nos diferencia, é que eu tenho os pés no chão. Nunca digo que sou ela, porque isso significaria que deixei de crescer. Não penso que esteja em um mundo de fantasia, mas sim, em seu próprio mundo. Que é, na realidade, onde deveríamos estar todos nós.

Luna e Harry, mesmo com as diferenças, têm uma conexão especial…
Parece que Luna é uma doida, mas tem bons instintos e vê as coisas do seu ponto de vista específico. Harry precisa dela, porque ele é demasiadamente distraído. Luna é muito sincera, e dá a Harry um certa clarevidência.

Se pudesse fazer alguma poção, qual faria?
Definitivamente, a Felix Felicis. Poder encontrar a felicidade de tal forma que nada pudesse me deprimir. Adoro essa sensação; É como quando Ron pensou que estivesse bebido a poção. Talvez não haja nada na Felix Felicis, o segredo pode ser a segurança com que você fará as coisas.

Há rumores de que Rhys Iffans poderá interpretar o pai de Luna, Xenofílio, nas próximas cenas…
Ele é brilhante. Eu desafiei meu próprio pai para fazer parte do casting, porque ele se parece muito com o Xenofílio, mas não acho que iria atuar tão bem como Rhys. Iffans é perfetito, é muito doce. Ele estava filmando um dia desses para as próximas cenas e eu estava nos sets para os ensaios. Não temos muitas cenas juntos, então, não nos vemos tão freqüentemente. Quando ele me viu, veio com seu roupão e seu cabelo maluco, me abraçou e me disse: “Estava com saudades.” É encantador.

[the-series]

Rodrigo Toller
é repórter da PH. Doido por Paula Toller e Emma Watson, ama o trabalho realizado por J.K. Rowling e muito bem adaptado pela Warner.

Comentários

Os comentários estão indisponíveis