Potter Heaven

Quem é Harry Potter

Cras mattis consectetur purus sit amet fermentum.

Nascido no dia 31 de Julho de 1980 no vilarejo de Godric’s Hollow, Harry Tiago Potter (ou em inglês Harry James Potter) possui cabelos muito negros – herdados do pai – e olhos verdes – vindos da mãe.

Em outubro de 1981, um trágico evento interrompeu a sua tranqüilidade e de seus pais. O temido bruxo das trevas Voldemort, com a ajuda de Pedro Pettigrew, chegou até a casa de Tiago e Lílian Potter para matar o menino, que possuía apenas um ano de idade.

Recusando-se a entregar o filho, Tiago pediu para Lílian que fugisse com Harry enquanto ele tentava atrasar Voldemort. Foi morto e, pouco depois, o Lord das trevas foi atrás de mãe e filho. Disse que poderia poupar Lílian, mas ela não quis, sendo assassinada logo em seguida. Então, após ter o caminho livre, Voldemort preparou-se para matar Harry.

Foi aí que o menino entrou para a história e tornou-se o protagonista de uma série incrível. Ao receber o feitiço da morte, Avada Kedavra, Harry não morreu. Ficou ileso, exceto por uma fina cicatriz em forma de raio em sua testa. E mais do que isso, o assassino de seus pais é que recebeu o efeito. Perdeu o corpo e muitos acreditaram que morrera.

Já que não podia ficar com seu tutor legal – o padrinho -, uma vez que Sirius fora preso acusado de matar 13 bruxos naquela noite, o menino foi levado para o subúrbio de Londres, para a casa de seus únicos parentes vivos: os Dursley.

Passou os dez anos seguintes sob os cuidados de Petúnia e Válter – seus tios -, dormindo no armário sob a escada e sendo maltratado. Não tinha amigos nem qualquer perspectiva de um futuro melhor. Até que, certo dia, uma carta mudou a sua vida.

O menino fazia coisas estranhas acontecerem quando estava com raiva. Uma vez, quando tia Petúnia se irritara com os cabelos sempre rebeldes do sobrinho e os cortara – deixando apenas uma mecha para cobrir a cicatriz -, ele ficou com vergonha e, na manhã seguinte, seu cabelo havia crescido novamente. Porém, ele jamais poderia imaginar que era um bruxo.

Sim, um bruxo! A tal carta que Harry recebeu era da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, comunicando que ele tinha uma vaga e deveria começar seus estudos no dia 1 de setembro.

Os tios ignoraram a carta, até que, no aniversário de 11 anos do menino, um homem anormalmente grande chamado Hagrid apareceu para levá-lo às compras. Então ele descobriu que não só era famoso no mundo dos bruxos, mas também admirado e considerado um herói.

Chegando a Hogwarts, Harry foi selecionado para a Casa Grifinória e fez amigos. Rony Weasley e Hermione Granger, em especial, passaram a ajudá-lo e acompanhá-lo sempre.

Em seu primeiro – de sete – ano na escola, Harry aprendeu feitiços, poções, virou apanhador do time de Quadribol e voltou a encarar Voldemort, saindo vitorioso. No segundo, foi aterrorizado pelo diário do bruxo quando ainda era adolescente – e que mais tarde descobriu-se que era uma horcruxe – e enfrentou um basilisco.

Aos treze anos, conheceu seu padrinho, o traidor que levou seus pais à morte e um dos melhores amigos destes. Aos quatorze, foi selecionado para um perigoso torneio entre Hogwarts, Beauxbatons e Durmstrang, o Torneio Tribruxo, e viu Voldemort ganhar um novo corpo.

No quinto livro da série, Harry Potter e a Ordem da Fênix, ensinou Defesa Contra as Artes das Trevas para seus amigos, deu seu primeiro beijo e viu o padrinho ser morto pela prima Bellatriz. E, finalmente, no sexto livro, chegou mais perto da conclusão do mistério que envolve sua vida, porém, também teve que assistir à morte de seu maior defensor sem poder fazer nada.

Suspeita-se que no sétimo – e último – livro da série, Harry não voltará a Hogwarts para procurar pelas horcruxes de Voldemort restantes e, assim, matá-lo. Há quem diga que ele vá morrer ao final da jornada, mas só saberemos daqui algum tempo.